: ESG e responsabilidade social: como empresas e OSCs podem se conectar pela educação
TELEFONE: (11) 3895-4716
Instituto

O termo ESG tem se tornado cada vez mais presente no universo das OSCs e das empresas. Mas você sabe qual é o seu impacto? ESG e responsabilidade social estão intimamente ligados, já que a sigla é proveniente do inglês “Environmental, Social and Governance”, ou seja, “Ambiental, Social e Governança”, por isso também é possível encontrar a denominação ASG.

Nesse sentido, a ESG faz referência a um conjunto de critérios ambientais, sociais e de governança que uma empresa ou OSC aplicam em sua gestão e atuação. Esses critérios são levados em consideração por consumidores, doadores, investidores e colaboradores, pois a sociedade está cada vez mais atenta ao escolher a empresa/OSCs que quer apoiar.  Entenda um pouco sobre cada item da sigla:

Ambientais - o que faz pela conservação do meio ambiente. Ex: gerenciamento adequado de resíduos, gestão eficiente de água, energia limpa e outros recursos, emissão de gases poluentes, desmatamento e biodiversidade.

Sociais - a relação da empresa com os seus colaboradores e stakeholders (partes envolvidas). Ex: efetivação de direitos trabalhistas e de segurança do trabalho, atração e retenção de talentos, bem-estar dos colaboradores, incentivo à diversidade e proteção de gênero, direitos humanos e impactos positivos na sociedade, proteção de dados e privacidade.

Governança - demandas administrativas, éticas e de transparência da empresa. Ex: práticas transparentes de governança corporativa, compliance e promoção de valores éticos na condução dos negócios, composição do conselho de administração e relação com entidades do governo e políticos.

A importância da ESG para as empresas

Como falamos, atualmente, consumidores e investidores preferem as empresas socialmente responsáveis, sustentáveis e rentáveis, pois essas estão mais preparadas para enfrentar riscos sociais, ambientais e econômicos a curto, médio e longo prazo.

Um estudo recente da Escola de Direito de Harvard sobre Governança Corporativa descobriu que o envolvimento bem-sucedido em ESG resulta em reduções significativas no risco de queda, ou seja, de o retorno real de uma empresa estar abaixo do retorno esperado.

Além disso, existe uma tendência de mercado na qual os consumidores têm preferência por investir em produtos e serviços com impacto positivo no meio ambiente e na sociedade. Isso tudo está alinhado aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU.

A última pesquisa Future Consumer Index (FCI) realizada pela EY em março de 2021 aponta que a pandemia intensificou a preocupação da população em consumir produtos que contribuam com o impacto social. 53% dos entrevistados afirmam ter mais propensão para adquirir produtos de empresas que estejam ligadas a um impacto positivo na sociedade. Isso nos mostra a importância de apoiar OSCS e empresas que atuam com impacto social.

É claro que as empresas que seguem os indicadores ESG estão de olho em uma tendência atual e buscam maior proximidade com os seus consumidores, em um mercado no qual há muita competitividade e pouca “lealdade” dos clientes.

A empresa, ao adotar uma causa social que acredita e que faça a diferença para a sociedade, estará fortalecendo o item S (social) do ESG. A educação é um exemplo de causa que se inclui nesse quesito. Isso porque, apesar de haver políticas públicas direcionadas para o tema, ainda existem lacunas profundas atreladas à educação de crianças e jovens do Brasil.

ESG e sua conexão com OSCs e Instituições

Diversas práticas ESG e responsabilidade social fomentadas nas empresas privadas podem também ser utilizadas pelas OSCs, como as de governança e de mensuração de impacto. Com isso, é possível atingir os objetivos de: transparência, equidade, prestação de contas e sustentabilidade.

A pesquisa Institutional Investors Sustainable Investing Survey, realizada em 2019, entrevistou 105 organizações dos Estados Unidos para compreender a relação entre ESG e responsabilidade social a partir da posição das OSCs em relação aos indicadores. Quando perguntadas sobre os fatores que as motivavam a considerar o investimento em ESG, a maioria (69%) disse ser uma forma de se alinharem com a sua missão. 

Apontaram, também, outras razões importantes para esse alinhamento:

● 49% - terem maior impacto social

● 39% - melhorarem sua reputação

● 36% - obterem retorno financeiro

● 34% - terem acesso a uma gama mais ampla de produtos e soluções

● 24% - aparecerem como prioridade do comitê de investimentos

● 22% - ser exigência da política de investimentos

● 12% - exigência dos doadores 

Segundo a edição mais recente dessa mesma pesquisa, as iniciativas da sociedade civil também são responsáveis por levar consumidores e doadores a dar ênfase maior à ESG e responsabilidade social. Isso inclui a atividade de ativistas, grupos da sociedade civil e OSCs.

De maneira complementar, numa realidade em que as empresas assumem compromissos e boas práticas ambientais, sociais e de governanças, abrem-se novas possibilidades para as organizações da sociedade civil. Isso porque as parcerias se tornam mais atrativas e as empresas mais voltadas a oferecer retorno social para os locais onde atuam.

Por um lado, as empresas atuam na adoção de boas práticas ambientais, sociais e de governança, e, por outro, as OSCs possuem um conhecimento avançado nas áreas de atuação das suas causas. Assim, as duas entidades podem se ajudar mutuamente na implementação dos indicadores de ESG. Logo, conseguem aumentar a credibilidade e transparência junto do público. 

Como as OSCs podem aplicar a ESG

As práticas de ESG podem ajudar as organizações sociais a conseguirem maior eficiência na sua administração e na alocação dos seus recursos. Por isso, é interessante saber como aplicar a ESG:

● Responsabilização: contabilização e medição eficaz do impacto social gerado e eficiência nos projetos desde o seu início.

● Sustentabilidade: maneiras de incorporar perspectivas de ordem social e ambiental nos programas, projetos e operações da OSC a longo prazo.

● Transparência: como comunicar informações claras, verdadeiras e completas para todos os stakeholders (incluindo os colaboradores, doadores, parceiros e comunidades vulneráveis apoiadas). Um bom exemplo é o relatório de atividades anual. 

● Igualdade: inclusão de projetos de igualdade de gênero na equipe interna e nas ações externas como nas comunicações, eventos e campanhas, diversidade LGBTQIA+, inclusão ao debate de pessoas com deficiência, atuação anti-racista em campanhas, projetos e com equipe interna. Inclusão de metas e programas que fomentem essas mudanças. 

Ao acreditar no poder transformador que a educação pode promover, o Instituto Energia do Saber atua e investe na educação de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social. Nossas práticas estão alinhadas aos ODS 4- Educação de Qualidade; 5- Igualdade de Gênero; 10- Redução das Desigualdades; e ODS 16- Paz, Justiça e Instituições Eficazes, com uma metodologia pautada no desenvolvimento humano.

Por aqui, atuamos em prol do desenvolvimento institucional e da sustentabilidade do Colégio Plenitude e de outras iniciativas, por meio da educação, cultura, empreendedorismo e esporte.

Buscamos parcerias de empresas na missão de fortalecer a agenda ESG por meio da causa da educação, apoiando crianças e jovens para que possam ser pessoas mais conscientes, propositivas e cidadãs em prol de uma sociedade mais inclusiva, justa e sustentável. Saiba mais sobre a nossa trajetória e junte-se a nós!

Acredita no poder de transformação da educação? Escolha a melhor opção para doar e contribua com a nossa missão!

Apadrinhe uma criança a partir de R$ 500,00 por mês 

● Faça uma doação pontual de qualquer valor

É pessoa jurídica? Sua empresa pode dar uma oportunidade para nossos jovens, entre em contato! 

Compartilhe seu tempo e habilidades em ações  do instituto

Quer saber mais? Entre em contato diretamente conosco pelo telefone  (11) 3895-4716, Whatsapp do IES (11) 93494-4889 ou e-mail: contato@institutoenergiadosaber.org.br.

E não esqueça de seguir nossos perfis nas redes sociais, que mantemos atualizados com as últimas novidades! Acompanhe nosso Instagram, Facebook e Linkedin.
 

Fontes:

https://www.portaldoimpacto.com/o-que-e-esg-e-por-que-e-importante-para-as-ongs

https://www.machadomeyer.com.br/pt/inteligencia-juridica/publicacoes-ij/societario-ij/a-simbiose-entre-esg-e-terceiro-setor

https://impactosocial.esolidar.com/2021/06/04/esg-para-ongs-br/

https://impactosocial.esolidar.com/pt-pt/2020/11/09/o-que-sao-os-indicadores-esg-2/